Tuesday, June 15, 2004

E lá ganhámos...

Agora, passada a euforia, podemos admitir - poucos de nós acreditavam, mesmo, que Portugal venceria a Espanha.
Foi bom jogo, foi sorte, foi o Nuno Gomes (um golo fantástico), foram a raiva e a alma portuguesas lançadas para a frente, animadas pela memória daquela celebérrima pá da valorosa padeira de outros tempos.
Festejou-se, rijamente, Portugal em festa do Minho ao Algarve, como devia e convinha.
Agora, chega o perigo maior - o nosso contentamento e o sentir do dever cumprido; neste espírito, bem português, do pobrezinho, pequenino, honradinho, acomodadinho com o bocadinho...
Scolari tem, nisto, o seu maior adversário; conseguir incutir nos nossos homens o killer instinct necessário, mas este não está na porteguesinha natureza, a não ser em situações limite.

3 comments:

ppp said...

«Aqui fazemos prognósticos antes do jogo!», bem podia ser a referência deste blog. No dia 15 já sabia o resultado e o marcador do golo?! A pulga de serviço não volta a ler horóscopos - vem ao «crackdown» e vai bem servido!
Estou só a matar saudades!
Um abraço da
pulga de serviço

crack said...

Pulga, pulga, é para que saiba que aqui há gato!

crack said...

Pulga, é para que saiba - aqui há gato!